Núcleo de Extensão

 Apresentação

A extensão universitária é um processo educativo, cultural e científico que deve caminhar articulado com o ensino e a pesquisa, buscando um intercâmbio entre a comunidade acadêmica e a sociedade no sentido de intervir e promover a transformação social. A extensão como prática acadêmica, deve dirigir seus interesses para as questões sociais e aquelas demandadas pelas comunidades regionais e locais.

A Faculdade Arquidiocesana de Curvelo – FAC – em sua política de extensão está baseada em conceitos e definições do Plano Nacional de Extensão, publicado em novembro de 1999, sob o princípio constitucional da indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão a partir de um processo interdisciplinar que busca a interação entre a Faculdade e demais setores da sociedade, através de um processo de integração cultural, científica e política.

O Programa de Extensão FAC – ProEx FAC - é realizado através de programas, projetos, cursos de extensão, eventos, prestações de serviços à comunidade e seu entorno, elaboração e difusão de publicações e outros produtos acadêmicos.

Para consecução de sua missão fundamental, a proporcionar respostas às necessidades da sociedade à qual a Faculdade está inserida, optou por sistematizar o trabalho de extensão em dois grandes eixos temáticos:

  • Direitos Humanos e Justiça - (DHJ)
  • Trabalho e Produção - (TP)

As ações de cada eixo temático são executadas seguindo linhas programáticas definidas entre a direção, coordenação de extensão da Faculdade, os coordenadores de cursos e o coordenador do Núcleo de Prática Jurídica, com a missão fundamental de dar respostas às necessidades da sociedade a partir dos dois grandes eixos temáticos.

A ênfase do programa de extensão é dada à participação e envolvimento da comunidade acadêmica na elaboração e implementação de projetos, programas, palestras e eventos, voltadas atenderem à comunidade à qual está inserida, promovendo a qualificação e educação permanente dos atores sociais e à disponibilização de novos meios e processos de produção, inovação e transferência de conhecimentos, permitindo assim a ampliação do acesso ao saber e ao desenvolvimento social e político.